12 abril, 2006

A Dificuldade de esquecer

11 de Abril de 2006
Hoje acabei por ser vencida pelas minhas fraquezas. mais um vez senti à tentação e não fui capaz de esperar. Não consegui resistir e liguei, mais uma vez de forma submissa e irracional, para dizer a quem me depressa de que gosto muito dele e ainda não consegui esquecer o seu aniversário.

Mais uma vez caí na armadilha dos meus sentimentos e ainda consegui ficar mais triste.
Pensei que não havia mais espaço para a conter mas ela continua a crescer sem parar.

2 comentários:

Anónimo disse...

Cara Minaluche:
Tenho consultado a sua página e o seu blog, e constatado que a sua sensibilidade e qualidade artística não permitem que seja objecto de desprezo de ninguém.
Quer um conselho?
Retribua esse desprezo com total indiferença. QUEM TEM ASAS PARA ALTOS VOOS, não necessita de rastejar. Olhe de cima quem talvez não consiga, por mérito próprio, elevar-se do nível do solo.

Vitor Az disse...

é no interior que rebentam as grandes e vagas vagas
oceanos assustados empurram as paredes deste exocorpo vazio e cheio
espaço que expande por querer conter todos os abraços
os ossos que vibram resistindo não entendem
que o espaço é infinito desde que os abraços sejam de fora para dentro

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...